25 de dez de 2008

Rebreather - Half Speed Ahead

O Rebreather é uma banda formada no início dessa década, e apesar de já ter quatro discos lançados, não é uma banda que a gente ouve falar muito... sendo uma daquelas boas bandas que permanecem no underground até que alguém tenha a boa vontade de disponibilizar.
A banda toca um Stoner Doom carregado, sujo, distorcido, com uma discreta influência do Sludge e até do Grunge noventista.

Half Speed Ahead é o segundo disco de estúdio da banda, lançado em 2003, e certamente agradará aos fãs do estilo.


Half Speed Ahead

Half Speed Ahead - 2003

01. Southdown
02. Dirt Bishop
03. Loadking
04. Lungbrace
05. Supplement
06. Chew
07. Arbor
08. Turnmachine
09. Bulldoser


Como prometido, mais um link de 'natal'.
Digite o nome da banda que tu procura, funciona como um Google para downloads de mp3 em blogs. [Clique Aqui]

24 de dez de 2008

Golden Pig Electric Blues Band

Golden Pig Electric Blues Band é uma banda de Seattle, formada no meio da década de 90, como um projeto paralelo da banda de Death Metal Woodrot. No entanto, o Woodrot lançou apenas algumas demos, enquanto o Golden Pig demorou muitos anos para lançar o seu debut... mas a espera valeu a pena.

"Golden Pig Electric Blues Band" é o debut da banda, lançado em 2003. Além desse disco, a banda chegou a lançar outro disco em 2006: Hitchhiking to Oblivion. O disco, como o próprio nome sugere, possui grande influência de Blues, mas podemos dizer que o Stoner Rock é o seu estilo predominante, com uma grande levada de Doom, principalmente no que se trata das guitarras.
Enfim, é uma GRANDE pedida pra apreciadores tanto do Doom mais sujo e arrastado, ou do Stoner Rock tradicional.
Enfim, baixem e digam o que acham...


Golden Pig Electric Blues Band

Golden Pig Electric Blues Band - 2003

01. Born Again
02. Vol.IV
03. Some Violet
04. Old Man of the Woods
05. Light Years
06. Free Dog
07. Mizz Marvel
08. Tomorrow Never Knows
09. Prophecy Of Doom (Live)


PS: A equipe do Stonerhenge deseja boas festas para todos. Até à noite eu postarei outra banda desconhecida, um 'presentinho de natal' stoner para todos vocês.

23 de dez de 2008

Thee Kvlt Ov (((Øurøbørøs

Thee Kvlt Ov (((Øurøbørøs é uma banda de sludge/doom com uma certa influência de Black Metal, foi formada no começo de 2005, em Gainesville, Florida. A banda conta com Tomas W. White nos vocais, Michael A. Colby no baixo, J. Frederic Oulman, também no baixo e Christoph Marine na bateria. Como podem ter notado, essa é outra banda que não possui guitarras. Assim como o Wormwood, possui apenas dois baixos, um 'normal' e outro 'fretless'.
A banda possui apenas três demos e um EP lançados, dos quais o EP e a última demo e último lançamento da banda seguem abaixo.
Thee Kvlt Ov (((Øurøbørøs

BLVD

BLVD - 2006


1. Corpvs Mysticvm Referedvm
2. Gnosis Ov Thee Ancients
3. Thee End (Is Nigh)
4. Thee Horde Descends
5. Godzilla (Blue Oyster Kvlt Cover)

Demo 2007 - Rehearsalis Megatherion

2007 - Demo 2007 - Rehearsalis Megatherion

1. Blaze In The Southern Sky / Doomed From Birth
2. A Serpentine Haikv
3. Crvshed Lvng (Meditation I)
4. Black Cancer
5. Bvrned To Cinders
6. Shitt Distvrber (Meditation II)
7. Thee Horde
8. Avra Ov Flame
9. Necrodvdial Chasms (Ultimate Warrior Mix)
10. Løng Gøne (Weedeater cover)
11. Smokeføgg (Meditation III)

14 de dez de 2008

Cathedral


Já falei sobre o Cathedral por aqui.

Essa semana tive a oportunidade de adquirir mais 3 maravilhas deles, e como é difícil achar mp3 de qualidade pra baixar na internet (como sempre costumamos postar por aqui, ao contrário de vários outros blogs com ridículos bitrates em 128k), resolvi ripar e disponibilizar.
O tamanho dos arquivos são grandes, mas a qualidade está impecável.

E como já diria o bom ditado Stoner, "Quem não gosta de Cathedral, bom sujeiro não é".


Supernatural Birth Machine

Supernatural Birth Machine - 1996

01. Cybertron 71 / Eternal Countdown
02. Urko's Conquest
03. Stained Glass Horizon
04. Cyclops Revolution
05. Birth Machine 2000
06. Nightmare Castle
07. Fireball Demon
08. Phaser Quest
09. Suicide Asteroid
10. Dragon Ryder 13
11. Magnetic Hole


Caravan Beyond Redemption

Caravan Beyond Redemption - 1998

01. Voodoo Fire
02. The Unnatural World
03. Satanikus Robotikus
04. Freedom
05. Captain Clegg
06. Earth Messiah
07. The Caravan
08. Revolution
09. Kaleidoscope of Desire
10. Heavy Load
11. The Omega Man
12. Dust of Paradise


Soul Sacrifice / Statik Majik

Soul Sacrifice / Statik Majik - 1999

01. Soul Sacrifice
02. Autumn Twilight
03. Frozen Rapture
04. Golden Blood (Flooding)
05. Midnight Mountain
06. Hypnos 164
07. Cosmic Funeral
08. The Voyage of the Homeless Sapien

8 de dez de 2008

Church of Misery - Master of Brutality


Como já até chegaram a postar em nossa shoutbox: "Master of Brutality é essencial". 
Demorou, mas enfim, cá está o post.

O Church of Misery é uma banda Japonesa formada no meio da década de 90, e desde então tornou-se juntamente com o Boris uma das mais relevantes bandas do oriente.
Tratando-se de Stoner, o Church é realmente essencial, tendo lançado splits com bandas já postadas aqui anteriormente como o Sheavy e o Sourvein.
Além disso, são um dos maiores nomes no que trata-se sobre bandas que falam sobre Serial Killers, assim como o Macabre.

Master of Brutality é o primeiro disco de estúdio dos japoneses, e o som é um Stoner/Doom carregado e sujo, beirando algumas vezes o Sludge.
A irreverência da banda só engrandece o material apresentado aqui. Um masterpiece, sem dúvidas.


Master of Brutality

Master of Brutality - 2001

01. Killfornia (Ed Kemper)
02. Ripping Into Pieces (Peter Sutcliffe)
03. Megalomania (Herbert Mullin)
04. Green River
05. Cities on Flame (Blue Öyster Cult cover)
06. Master of Brutality (John Wayne Gacy)


27 de nov de 2008

Abdullah - Graveyard Poetry

Seguindo as influências de Black Sabbath, Trouble, St. Vitus e The Obsessed, a banda de Richfield, Ohio, Abdullah, se formou em 1998, pelo baterista e vocalista Jeff Shirilla, acompanhado do guitarrista Al Seibert. Eles criam um Stoner Doom de altíssima qualidade. As duas primeiras demos possuem alguns elementos de Sludge, mas conforme o tempo foi passando, esses elementos foram desaparecendo, e o Stoner imperou.

Abdullah

Graveyard Poetry

Graveyard Poetry - 2002

1. Rune
2. Black Helicopters
3. A Dark But Shining Sun
4. The Whimper of Whipped Dogs
5. Deprogrammed
6. Pantheistic
7. Beyond the Mountain
8. Salamander
9. Strange Benedictions
10. Secret Teachings of Lost Ages
11. Medicine Man
12. Guided by the Spirit
13. Behold a Pale Horse
14. They, the Tyrants

25 de nov de 2008

Corrosion of Conformity


O Corrosion of Conformity, também conhecido pelas siglas C.O.C. é uma banda americana formada no início da década de 80.
Inicialmente, a banda seguia uma linhagem mais voltada proCrossover, estilo que ajudou a consolidar e tornou-se um dos maiores nomes. 
Após uma pausa feita no final dos anos 80, a banda se reestruturou no início da década de 90, vindo a se tornar um dos maiores referenciais do Sludge, com uma influência mais voltada pro lado do Black Sabbath, o C.O.C. ajudou a formar bandas já postadas anteriormente aqui como o Kyuss, o Fu Manchu e até o próprio Cathedral.

Até hoje a banda lançou 8 cd's e 2 ep's. 
Dos discos aqui postados, 1 cd e 1 ep fazem parte da época Crossover da banda (Animosity e Technocracy), e os outros já seguem uma linha mais Sludge/Stoner, ainda que a essência da banda não tenha se alterado de um disco para outro.


Animosity

Animosity - 1985

01. Loss For Words
02. Mad World
03. Consumed
04. Holier
05. Positive Outlook
06. Prayer
07. Intervention
08. Kiss Of Death
09. Hungry Child
10. Animosity



Technocracy

Technocracy - 1987
Esse EP possui músicas gravadas com diferentes vocalistas, por isso algumas músicas são repetidas no disco.

01. Technocracy
02. Hungry Child
03. Happily Ever After
04. Crawling
05. Ahh Blugh
06. Intervention
07. Technocracy
08. Crawling
09. Happily Ever After



Deliverance

Deliverance - 1994
01. Heaven's Not Overflowing
02. Albatross
03. Clean my Wounds
04. Without Wings
05. Broken Man
06. Señor Limpio
07. Mano de Mono
08. Seven Days
09. #2121313
10. My Grain
11. Deliverance
12. Shake Like You
13. Shelter
14. Pearls Before Swine



Wiseblood

Wiseblood - 1996
01. King Of The Rotten
02. Long Whip  Big America
03. Wiseblood
04. Goodbye Windows
05. Born Again For The Last Time
06. Drowning In A Daydream
07. The Snake Has No Head
08. The Door
09. Man Or Ash
10. Redemption City
11. Wishbone (Some Tomorrow)
12. Fuel
13. Bottom Feeder (El Que Come Abaja)



America's Volume Dealer

America's Volume Dealer - 2000
01. Over Me
02. Congratulations Song
03. Stare Too Long
04. Diablo Blvd.
05. Doublewide
06. Zippo
07. Who's Got The Fire
08. Sleeping Martyr
09. Take What You Want
10. 13 Angels
11. Gittin' It On



24 de nov de 2008

Boris - Pink

Após um longo hiato, estamos de volta. Em breve atenderei aos pedidos feitos na Shoutbox, aguardem.

Enfim, o Boris é uma banda do Japão que demorou pra aparecer por aqui no blog, mas sinceramente eu nem sabia com qual disco começar. Pensei em fazer upload da discografia, mas seria provável que até que eu terminasse de fazer upload de todos os discos eles já tivessem lançado mais alguns 10 discos inéditos.
Classificá-los em apenas um estilo de som seria uma completa insanidade. Podemos dizer que a banda possui latentes influências do Earth, do Melvins e em menor proporção do Black Sabbath. Resumindo: O Stoner, o Sludge e o Doom, passando pelo Rock Psicodélico dos anos 60/70, algumas partes Ambient sem esquecer claro do Drone, estilo que consagrou a banda após o lançamento do magnífico debut album Absolutego.

Pink é o terceiro dos quatro discos de estúdio que a banda lançou somente no ano de 2005, isso sem contar os outro quatro discos ao vivo além de alguns dvd's que a banda lançou no mesmo ano. O Boris é realmente uma banda criativa, pois é capaz de lançar discos completamente diferentes em um espaço mínimo de tempo, sem perder a qualidade e nem sua identidade em nenhum dos lançamentos.
Nesse disco, a linhagem mais abordada é o Stoner Rock, ainda que as suas outras influências não sejam abandonadas. 
Enfim, um disco indispensável aos fãs da banda, e essencial aos que não conhecem nada do trio japonês.


Pink - 2005

Pink
PS: Os nomes das músicas podem variar de acordo com a fonte ou release, visto que são traduzidos livremente do Japonês (em Itálico), não tendo um nome correto em definitivo.

01. Parting (ou Farewell) | Ketsubetsu
02. Pink
03. Women on the Screen | Sukuriin no Onna
04. Regardless It Is Not Separately (ou Nothing Special) | Betsuni Nan Demo Nai
05. Blackout | Burakku Auto
06. Electric
07. False Bread (ou Pseudo-Bread) | Nise Bureddo
08. It Paints To Be, the Flame (ou Afterburner) | Nurui Honoo
09. 6 3 Times (ou Six, Three Times) | 6 o 3 Tsu
10. My Machine 
11. When We Is Thrown Away (ou Just Abandoned Myself) | Ore o Sute Ta Tokoro


6 de nov de 2008

Fu Manchu - No One Rides for Free

Prometido há tempos, pedido na shoutbox algumas vezes, demorou mais saiu!
O Fu Manchu é uma banda formada no final da década de 80, na Califórnia (alguma novidade?). A banda surgiu sob o nome "Virulence" tocando Punk/Hardcore, influenciada por bandas como Black Flag e Bad Religion.
Após o lançamento do seu primeiro disco, a banda trocou seu nome para o nome atual, em homenagem a um personagem clássico do crime Chinês. Após isso, sofreram uma influência mais direta do Rock setentista e rock de garagem, tornando-se um dos principais nomes do Stoner Rock, ao lado de bandas consagradas como o Kyuss e o Monster Magnet, com quem já chegaram a excursionar em mais de uma ocasião.

No One Rides for Free é o primeiro disco da banda com o atual nome. Possui curta duração, músicas de fácil assimilação, característica que os deixariam famosos mais tarde.
Indicado aos fãs do Stoner Rock de verdade e aos que procuram descobrir mais sobre a origem do estilo.


No One Rides for Free

No One Rides for Free - 1994

01. Time to Fly
02. Ojo Rojo
03. Show and Shine
04. Mega-Bumpers
05. Free and Easy (Summer Girls)
06. Super Bird
07. Shine It On
08. Snakebellies


28 de out de 2008

Black Sabbath - Black Mass [EP]

Esse é um EP do Black Sabbath que foi lançado em 1999. Ele traz gravações sensacionais, retiradas de um programa da televisão alemã em 1970. Vale muito a pena conferir!
Eu, particularmente, acho essas versões até mais legais do que as originais.
Black Sabbath

Faixas 2 e 4 - Ao vivo no ‘Beat Club’ - TV Alemã, 25/05/1970.


Gravadas ao vivo no estúdio, no agora lendário estúdio da Radio Bremen em 25 de maio de 1970, essa sessão foi ao ar no Episódio #55 do Beat Club em 30 de maio. É um dos, se não o primeiro registro em vídeo da banda tocando ao vivo. Essa versão da "Black Sabbath" começa com a mesma intro de chuva e sinos de igreja que abre o primeiro álbum. É uma versão mais lenta, primitiva e de progressão laboriosa, e também é bem crua e agressiva. A moral é ver qual é a dessa gurizada no começo da carreira deles!
Em seguida eles trazem uma animada versão da música "Blue Suede Shoes", de Carl Perkins, com uma intensidade em completo contraste com a música anterior. Essa é a única versão gravada do Sabbath tocando esse som. A banda não tinha a intensão de que essa "passagem" fosse gravada/ao ar, mas os produtores acharam que valeria a pena.

Faixas 1 e 3 - Ao vivo no ‘Beat Club’ - TV Alemã, 26/09/1970.

Essas faixas foram retiradas do áudio da segunda aparição deles no programa Beat Club, no Episódio #59. Isso foi logo após o lançamento do álbum Paranoid. O Sabbath tocou nesse programa com equipamento alugado, fazendo com que muitos pensassem que a banda realmente usasse amplificadores Orange. É justamente esse um dos motivos pelos quais o timbre da banda tá meio diferente. Algumas pessoas não gostam desse EP por causa disso, já no meu caso, é o contrário!

Note¹: Na "Iron Man" o Ozzy erra totalmente os dois primeiros versos e acaba invertendo e re-usando algumas linhas anteriores da música.
Note²: Na versão original também se encontra disponível o material visual da banda tocando as respectivas músicas.

Black Mass

Black Mass - 1999

01. Paranoid
02. Black Sabbath
03. Iron Man
04. Blue Suede Shoes (Carl Perkins cover)

24 de out de 2008

Mammatus - The Coast Explodes

Mammatus

Para conferir outras postagens relacionadas à banda, clique na imagem.


The Coast Explodes

2007 - The Coast Explodes

1. Dragon of the Deep Part Three (Excellent Swordfight)
2. Pierce the Darkness
3. The Changing Wind
4. The Coast Explodes

23 de out de 2008

EyeHateGod & 13 - Split '94


Não vou fazer maiores apresentações das bandas, visto que elas já foram postadas aqui anteriormente. 
Portanto quem quiser conferir mais: 

Esse é um Split lançado em 1994. 
Em 1995 as duas bandas chegaram a lançar outro split juntas, mas assim como os outros releases do 13, é muito difícil de se encontrar pela internet.
Serving Time in the Middle of Nowhere fez parte da trilha sonora do filme Gummo.
Como prometido: o Split.


Split 1994

Split - 1994

01. 13 - Whore
02. EyeHateGod - Serving Time in the Middle of Nowhere
03. EyeHateGod - Lack of Almost Everything

EyeHateGod [ Site oficial | MySpace | Last.fm | Metal-Archives | Doom-Metal.com ]

Valkyrie - Man of Two Visions


O Valkyrie é uma banda norte-americana formada em 2002. Não é uma banda da qual se ouve falar muito por aqui, ainda que conte com integrantes de bandas mais renomadas no estilo como o Baroness, e ex-membros que já tiveram passagem pelo Pentagram, Spirit Caravan, entre outras... 
O estilo predominante é um Stoner/Doom carregado, com influências do Heavy Tradicional, seguindo a tradicional linha Sabbathiana. É uma daquelas bandas que muita gente não teria acesso, por isso está sendo postada aqui antes mesmo de algum dos pedidos da Shoutbox. 

Man of Two Visions é o segundo e mais recente lançamento da banda. Como já dito anteriormente, segue uma linha Sabbathiana, assim como bandas já postadas aqui, tendo o Sahg como maior exemplo. Altamente indicado!


Man of Two Visions

Man of Two Visions - 2008

01. Running Out
02. Dawntide's Breeze
03. Green Hilander
04. Apocalypse Unsealed
05. False Dreams
06. The Gorge
07. Man of Two Visions


22 de out de 2008

Crowbar - Discografia

O Crowbar começou suas atividades por 1989, em NOLA (New Orleans), fazendo um som extremamente pesado e lento, com um vocal único. O primeiro álbum “Obedience Through Suffering” foi lançado em 1991, mas falhou em adquirir notoriedade. Por 1993, Phil Anselmo (Pantera, Superjoint Ritual, Down, entre outras...) produziu o self-titled Crowbar, que estourou nas paradas da MTV (no tempo em que essa bosta ainda era 'decente') e tal. Phil também fez backing vocal em algumas faixas.

Obedience Thru Suffering

1991 - Obedience Thru Suffering

1. Waiting in Silence
2. I Despise
3. A Breed Apart
4. Obedience Thru Suffering
5. Vacuum
6. 4 Walls
7. Subversion
8. Feeding Fear
9. My Agony
10. The Innocent


Crowbar

1993 - Crowbar

1. High Rate Extinction
2. All I Had (I Gave)
3. Will That Never Dies
4. Fixation
5. No Quarter (Led Zeppelin cover)
6. Self-Inflicted
7. Negative Pollution
8. Existence Is Punishment
9. Holding Nothing
10. I Have Failed

Time Heals Nothing

1995 - Time Heals Nothing

1. The Only Factor
2. No More Can We Crawl
3. Time Heals Nothing
4. Leave It Behind
5. Through a Wall of Tears
6. Lack of Tolerance
7. Still I Reach
8. Embracing Emptiness
9. A Perpetual Need
10. Numb Sensitive

Broken Glass

1996 - Broken Glass

1. Conquering
2. Like Broken Glass
3. (Can't) Turn Away from Dying
4. Wrath of Time Be Judgement
5. Nothing
6. Burn Your World
7. I Am Forever
8. Above, Below and Inbetween
9. You Now (I'll Live Again)
10. Reborn Thru Me

Odd Fellows Rest

1998 - Odd Fellows Rest

1. Intro
2. Planets Collide
3. ...and Suffer as One
4. 1,000 Years Internal War
5. To Carry the Load
6. December's Spawn
7. It's All in the Gravity
8. Behind the Black Horizon
9. New Man Born
10. Scattered Pieces Lay
11. Odd Fellows Rest
12. On Frozen Ground

Equilibrium

2000 - Equilibrium

1. I Feel the Burning Sun
2. Equilibrium
3. Glass Full of Liquid Pain
4. Command of Myself
5. Down into the Rotting Earth
6. To Touch the Hand of God
7. Uncovering
8. Buried Once Again
9. Things You Can't Understand
10. Euphoria Minus One
11. Dream Weaver (Gary Wright cover)

Há quase três minutos de silêncio depois da última faixa, seguidos de uma versão à capela da "In-A-Gadda-Da-Vida" do Iron Butterfly.

Sonic Excess In Its Purest Form

2001 - Sonic Excess In Its Purest Form

1. The Lasting Dose
2. To Build a Mountain
3. Thru the Ashes (I've Watched You Burn)
4. Awakening
5. Repulsion in Its Splendid Beauty
6. Counting Daze
7. In Times of Sorrow
8. It Pours from Me
9. Suffering Brings Wisdom
10. Failure to Delay Gratification
11. Empty Room

Lifesblood for the Downtrodden

2005 - Lifesblood for the Downtrodden

1. New Dawn
2. Slave No More
3. Angels Wings
4. Coming Down
5. Fall Back to Zero
6. Underworld
7. Dead Sun
8. Holding Something
9. Moon
10. The Violent Reaction
11. Lifesblood