26 de set de 2008

Earthride - Vampire Circus

O Earthride foi formado em 1997, pouco depois do término da banda anterior de Dave Sherman, Spirit Caravan. Eles lançaram um EP com o nome da banda em 2000 pelo seu próprio selo Earth Brain. Seu próximo lançamento veio a sair em 2002 e se chama Taming of the Demons, tendo como produtor Mike Dean, do Corrosion of Conformity. Três anos mais tarde eles lançaram, finalmente, seu último álbum de estúdio, até então, Vampire Circus.
Earthride

Vampire Circus

Vampire Circus - 2005

1. Fighting the Devils Inside You
2. Understand
3. Vampire Circus
4. Dirtnap
5. Interlude
6. God's Own Medicine
7. Loss
8. For Wrath and Ruin
9. In the World I live
10. Swamp Witch

Zippo - Ode to Maximum

O Zippo é uma banda italiana que começou lá por 2004. O som da banda é um stoner rock bem pesado, apesar de não muito sujo, tem umas pegadas mais 'obscuras', é bastante experimental, tendo bastante psicodelia e uma certa orientação meio progressiva.

Ode to Maximum é o primeiro álbum da banda, lançado independentemente em 2006, e é simplesmente muito bom! Recomendado pra quem curte Orange Goblin, Colour Haze e, óbviamente, Kyuss.
Zippo

Ode to Maximum

Ode to Maxium - 2004

01. Alpha
02. Tsunami Dust
03. S.N.A.P.R.S.T.
04. Forgotten Season
05. Night Jam
06. Kid in the Desert
07. Crazy Forest
08. Tukai's Fury
09. The Elephant March
10. Omega

25 de set de 2008

Gluecifer - Tender is the Savage

Da série "Tu pediu e o Stonerhenge atendeu"
O Gluecifer é uma banda proveniente da Noruega, que iniciou suas atividades no meio da década de 90, e há poucos anos anunciou o fim de suas atividades, deixando para trás alguns discos, ep's e singles lançados.
A banda faz parte da nova safra de bandas que misturam em seu som o Hard Rock com o Stoner Rock, ao lado de bandas como o Hellacopters e o Monster Magnet (que já apareceu por aqui).

Tender is the Savage é o terceiro disco da banda, foi posteriormente relançado com 3 músicas bônus. Como já dito no paragrafo anterior, para agradar os fãs de Hellacopters e do Magnet.


Tender is the Savage

Tender is the Savage - 2000

01. I Got a War
02. Chewin' Fingers
03. Ducktail Heat
04. The General Says Hell Yeah
05. Red Noses, Shit Poses
06. Drunk and Pompous
07. Rip-Off Strasse
08. Dog Day, Dog Night
09. Sputnik Monroe
10. Exit at Gate Zero


23 de set de 2008

Cathedral - The Carnival Bizarre

Das bandas clássicas, o Cathedral foi a que mais demorou pra pintar por aqui, mas tudo bem, vamos dar tempo ao tempo pra que todas as bandas sejam postadas aqui ao longo do tempo. O plano inicial era postar a discografia completa, mas vamos aos poucos que chegamos lá.
O Cathedral foi formado na Inglaterra no final da década de 80, pelo vocalista Lee Dorian, que antes cantava na banda que é o maior ícone do grindcore mundial, o Napalm Death.
Antigamente a banda tocava Doom Metal em uma vertente mais tradicional, mas com o passar dos anos acabou servindo como um dos maiores referenciais no Stoner.

The Carnival Bizarre é o terceiro disco de estúdio da banda, e o que marca sua fase de transição, ainda que a banda se mantenha fiel às suas origens.
Um disco indispensável para qualquer fã do gênero ou quem busca conhecer mais sobre o estilo.


The Carnival Bizarre

The Carnival Bizarre - 1995

01. Vampire Sun
02. Hopkins (The Witchfinder General)
03. Utopian Blaster
04. Night of Seagulls
05. Carnival Bizarre
06. Inertias' Cave
07. Fangalactic Supergoria
08. Blue Light
09. Palace of Fallen Majesty
10. Electric Grave


Y.O.B. - The Unreal Never Lived

O Y.O.B (ou YOB, como preferirem), apesar de ser uma banda recente, é uma das mais conceituadas quando nos tratamos de Stoner Doom. Formada no meio da década de 90 nos Estados Unidos, a banda só foi lançar algo oficial anos depois, no início da década atual.
Entre outros fatos, também deu origem à banda de Sludge H.C. Minds, um projeto paralelo que se estende até hoje, embora não lance nada há um tempo considerável.

O disco The Unreal Never Lived é o mais recente, não é o seu melhor, mas ainda assim é muito relevante para o estilo, possui uma produção mais apurada e composições mais maduras. Com o passar do tempo posto a discografia completa.


The Unreal Never Lived

The Unreal Never Lived - 2005

01. Quantum Mystic
02. Grasping Air
03. Kosmos
04. The Mental Tyrant




Eyehategod - In The Name of Suffering

Novamente, não vou fazer grande apresentação da banda, sendo que recentemente o Alex o fez (conferir post). Ficou faltando o primeiro álbum, então, aí vai.

Ainda falta, também, o Dopesick, pra fechar a discografia, mas, isso eu vejo outra hora!
Eyehategod

In the Name of Suffering

In the Name of Suffering - 1992

1. Depress
2. Man Is Too Ignorant to Exist
3. Shinobi
4. Pigs
5. Run It into the Ground
6. Godsong
7. Children of God
8. Left to Starve
9. Hostility Dose
10. Hit a Girl



13 - Hollow (single)


O 13 não é exatamente uma "banda de mulheres", mas sempre será lembrado assim. Dentre seus maiores destaques, foi a banda que revelou Liz Buckingham, guitarrista do Electric Wizard. (Aliás, foi ela quem desenhou o logo da banda, que passou a ser adotado desde então)
A banda novaiorquina iniciou suas atividades no início da década de 90, e não muito depois já encerrou suas atividades, deixando somente duas demos e alguns splits (coisa que pretendo postar aqui depois, mas sua acessibilidade não é tão alta assim).

Hollow é uma demo/single que contém apenas duas músicas, mas já dá para ver de que essas garotas (e esse cara) eram capazes de fazer.
Stoner/Sludge arrastado, pesado, com destaque pro 'podre' (no bom sentido, claro) vocal feminino de Alicia Morgan.


Hollow

Hollow - 1993

01. Hollow
02. Bound


19 de set de 2008

Ufomammut

O Ufomammut já fora introduzido aqui, préviamente (conferir postagem), portanto, creio que não haja muito o que falar sobre eles. O som é bem experimental, bastante pesado, também existe a forte psicodelia presente na sonoridade da banda, como já dito antes, lembra alguma coisa de Pink Floyd.

Outra coisa interessante, que não fora comentada antes, é o fato de que praticamente todos os sons da banda são basicamente instrumentais, apenas com leves "coros" de vocal ou qualquer "voz" que não seja efetivamente uma cantoria letrada.
Ufomammut

Godlike Snake

Godlike Snake - 2000

1. UFO Pt. 1
2. Satan
3. Oscillator
4. Snake
5. Zerosette
6. Smoke
7. Nowhere
8. Superjunkhead
9. Hozomeen
10. Mammut

Lucifer Songs

Lucifer Songs - 2005

1. Blind
2. Hellcore
3. Hypnotized
4. Mars
5. Astrodronaut
6. Lucifer Song


The Sword - Discografia

O The Sword é mais uma dessas bandas "novas" que fazem som retrô e que, por sinal, é de altíssima qualidade. Iniciaram suas atividades em 2003, em Austin, Texas, fazendo um doom metal "épico", especialmente devido à sua temática. Em 2004 lançaram sua primeira demo, em 2005 lançaram outra e finalmente debutaram em 2006, com seu álbum Age of Winters. Desde então, lançaram 3 singles, um split com o Witchcraft (outra banda que certamente vai aparecer por aqui), para então lançar seu último álbum, esse ano, sob o nome de Gods of The Earth.
The Sword

Age of Winters

Age of Winters - 2006

1. Celestial Crown
2. Barael's Blade
3. Freya
4. Winter's Wolves
5. The Horned Goddess
6. Iron Swan
7. Lament for the Auroch
8. March of the Lor
9. Ebethron

Gods of The Earth

Gods of The Earth - 2008

1. The Sundering
2. The Frost Giant's Daughter
3. How Heavy This Axe
4. Lords
5. Fire Lances of the Ancient Hyperzephyrians
6. To Take the Black
7. Maiden, Mother & Crone
8. Under the Boughs
9. The Black River
10. The White Sea
11. Faixa Bônus

Eyehategod

O Eyehategod é certamente a maior banda de Sludge de todos os tempos, e falo isso sem exageros. A banda de New Orleans conseguiu ser tão influente no estilo que revolucionou não somente a parte Doom/Stoner de suas influências, como do próprio Hardcore, estilo presente e marcante em suas músicas.
A banda foi formada no final da década de 80 sob o nome de Snuffleupagus on Acid e continua na ativa até hoje, embora nenhum álbum inédito de estúdio tenha sido lançado desde o ano 2000, senão splits, ep's e vários "The best of".
A realidade é que cada disco da banda é um "The Best of Eyehategod", visto que sua importância na história do estilo é tamanha e não deve ser motivo de maiores explicações.

Take as Needed for Pain é o segundo disco de estúdio da banda, lançado em 1993, com músicas polêmicas e composições mais maduras do que o seu antecessor, consolidou a banda como um dos maiores nomes no gênero.

Confederacy of Ruined Lives é o mais recente lançamento de estúdio da banda, embora tenha sido lançado há 8 anos. Não menos polêmico e irreverente que os anteriores, a banda somente mostra amadurecimento e bom gosto ao longo de tantos anos.

Bem, nem é preciso muito pra entender que a banda é polêmica e irreverente, a julgar pelo nome EYEHATEGOD.

Take as Needed for Pain

Take as Needed for Pain - 1993

01. Blank
02. Sister Fucker (Part 1)
03. Shop Lift
04. White Nigger
05. 30$ Bag
06. Disturbance
07. Take as Needed for Pain
08. Sister Fucker (Part 2)
09. Crimes Against Skin
10. Kill Your Boss
11. Who Gave Her the Roses
12. Laugh it Off

Confederacy of Ruined Lives

Confederacy of Ruined Lives - 2000

01. Revelation/Revolution
02. Blood Money
03. Jack Ass in the Will of God
04. Self Medication Blues
05. The Concussion Machine Process
06. Inferior and Full of Anxiety
07. .0001%
08. 99 Miles of Bad Road
09. Last Year (She Wanted a Doll House)
10. Corruption Scheme


Rwake - Voices of Omens


O Rwake é uma banda norte-americana formada em 97, desde lá já lançou alguns discos, e possui como principal característica o peso e inovações experimentais. Seu estilo predominante é o Sludge, calcado com guitarras sujas e o ritmo lento tradicional do Doom Metal.

Voice of Omens é o mais recente dos 4 discos já lançados pela banda, lançado em 2007.
Para fãs de bandas já postadas aqui como o Weedeater, High on Fire, entre outras.



Voice of Omens

Voice of Omens - 2007

01. Intro
02. The Finality
03. Crooked Rivers
04. Fire and Flight
05. Leviticus
06. Of Grievous Abominations
07. Bridge
08. Inverted Overtures
09. The Lure of Light


17 de set de 2008

Lords of the North

Bah, essa gurizada de Seattle faz um som absurdamente bom. Não há muito o que se falar sobre a banda, pois, aparentemente, começaram há pouco. A banda ainda é independente e tem apenas uma demo, que segue a baixo.
Lords of the North

Lords of the North

Lords of the North (Demo) - 2008

1. Souls Come Rising
2. Follow The Falcon
3. Beams Of Light
4. Steam Caves
5. Loyal Legion
6. The March

[ MySpace | Last.fm | Metal-Archives ]

Gracias Thiaghoul [tristesse] por disponibilizar a demo!

Blue Cheer - Vincebus Eruptum

O Blue Cheer também é uma banda Californiana, foi formada na segunda metade dos anos 60, e o som que tocava foi o que poucos anos depois deu origem ao Black Sabbath. O seu estilo pode ser classificado como um proto-Stoner, mas é mais influente no Rock Psicodélico, que também acabou por servir como influências para bandas no estilo, como bandas já postadas anteriormente aqui no blog.

Esse disco é o disco de estréia da banda, e tem "Rock Me Baby" como música principal do disco, e quem sabe a mais famosa da banda.


Vincebus Eruptum

Vincebus Eruptum - 1968

01. Summertime Blues
02. Rock me Baby
03. Doctor Please
04. Out of Focus
05. Parchment Farm
06. Secont Time Around


Ufomammut - Snailking

O Ufomammut é uma banda formada na Itália no fim da década passada. Seu som é calcado no Stoner/Doom, com uma forte veia psicodélica e umas pitadas de Sludge, principalmente no que se trata dos timbres de guitarra e voz.
Certas influências de Pink Floyd são freqüentemente notadas em suas músicas, cadenciado ao ritmo lento e hipnótico das músicas.

Snailking é o segundo disco da banda, que totalizou esse ano 5 discos oficiais de estúdio lançados. É uma evolução clara do primeiro disco, e a consolidação do estilo que vingou e foi explorado nos discos posteriores.
Para fãs de Bongzilla, Om, Neurosis, e o próprio Floyd, eis aqui:


Snailking

Snailking - 2004

01. Blotch
02. Hopscotch
03. Lacrimosa
04. God
05. Alcool 
06. Demontain

PS: A versão desse disco é o rip do original em vinil, a versão em cd possui mais 2 músicas, estas são:
Odio e Braindome.
Assim que conseguir uma versão do cd, edito esse post e faço o upload por aqui.


16 de set de 2008

Probot - Probot

O Probot não é necessariamente uma banda de Stoner, nem Doom e nem Sludge, mas merece apontar por aqui. O multinstrumentista Dave Grohl (Nirvana, Queens of the Stone Age e Foo Fighters) resolveu lançar um projeto Metal para homenagear os seus ídolos, o som varia bastante de acordo com cada música, mas pode-se dizer que o Stoner Doom e o Heavy Metal sejam mais notáveis do que os outros, junto com uma certa pitada Groovy em determinadas músicas.
Cada música possui um vocalista convidado, dentre eles deuses como Lemmy Killmister (Motörhead) e King Diamond (Mercyful Fate), além de outros exímios vocalistas como Scott Wino (Saint Vitus), Lee Dorrian (Cathedral - Outra banda que em breve estará aqui sem falta!), entre tantos outros.
O projeto se iniciou em 2001 na Virginia, incentivado por Chronos (Venom).

Este disco de 2004 é o único disco de estúdio lançado por Dave até então. A banda segue em pausa, e não foram citados novos indícios de um novo álbum. De qualquer forma, Lemmy chegou a cantar ao vivo com o Foo Fighters a música Shake Your Blood em certas oportunidades.


Probot

Probot - 2004

01. Centuries of Sin (Chronos - Venom)
02. Red War (Max Cavalera - Sepultura/Soulfly/Cavalera Conspiracy)
03. Shake Your Blood (Lemmy Kilmister - Motörhead)
04. Access Babylon (Mike Dean - Corrosion of Conformity)
05. Silent Spring (Kurt Brecht - D.R.I.)
06. Ice Cold Man (Lee Dorrian - Cathedral/Napalm Death/Teeth of Lions Rule the Divine)
07. The Emerald Law (Scott Wino - Saint Vitus/The Obsessed/Place of Skulls/Spirit Caravan/The Hidden Hand)
08. Big Sky (Tom Gabriel "Warrior" Fischer - Celtic Frost/Apollyon Sun)
09. Dictatosaurus (Snake - Voïvod)
10. My Tortured Soul (Eric Wagner - Trouble)
11. Sweet Dreams / I am the Warlock (King Diamond - Mercyful Fate/Black Rose | Jack Black - Tenacious D)

15 de set de 2008

Wolfmother - Wolfmother


O Wolfmother surgiu na Austrália no ano 2000, e desde então ganhou muito destaque fazendo o que o Black Sabbath já fazia há 30 anos. Em virtude disso, ganharam um grande apoio das mídias especializadas, o que fez com o que a banda ficasse mundialmente famosa.
Mainstreams à parte, o Wolfmother toca um Stoner Rock enérgico, cativante e que tem o seu charme justamente em parecer descompromissado.

Este disco é o primeiro lançamento da banda (e único disco de estúdio até então), uma volta ao Rock setentista, porém com produção e recursos atuais, ficou destacado pela música Woman, que figurou como um dos grandes destaques do ano na MTV.


Wolfmother

Wolfmother - 2005

01. Dimension
02. White Unicorn
03. Woman
04. Where Eagles Have Been
05. Apple Tree
06. Joken & the Thief
07. Colossal
08. Mind's Eye
09. Pyramid
10. Witchcraft
11. Tales
12. Love Train
13. Vagabond